27/02/2011

Dom Blanquito

Sexta-feira eu estava de manhã sem fazer nada e a tv estava ligada, no programa da Ana Maria Braga estava falando sobre um novo tipo de turismo, que as pessoas se hospedam na favela, achei interessante e comecei a ver, daí ela começou a falar de um americao que veio morar no Rio de Janeiro, morava em Copacabana, mas estava ficando muito caro então ele comprou uma casa na comunidade, o Alex Cutler (o americano) tbm conhecido como Dom Blanquito faz funk em português, o cara é qase um brasileiro fala muito bem português e me chamou atenção. O cara é uma figura, muito gente boa e foi no programa, cantou, o estilo de música eu realmente não gosto, mas ele é bom e mistura o funk brasileiro com o hip hop, muito legal, confiram a entrevista dele no programa no link aqui embaixo e vejam o vídeo dele.

http://maisvoce.globo.com/MaisVoce/0,,MUL1649895-18173,00.html

6 comentários:

  1. Admiro essas pessoas com espírito aventureiro! Eu já preciso do meu apartamento para me manter realinhada por dentro. Tem pessoas que saem pelo mundo e ficam e qualquer lugar e se sentem bem. Acho que nunca vou ser assim... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Bacana neah, eu amo viajar , mas gosto de ter meu porto seguro, bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog "o fim". Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


    Abraços

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiiii to aqui retribuindo a visitinha,
    ja to seguindo!
    Bjokas

    ResponderExcluir
  5. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos periodos mais marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso?

    Visita o meu blog?

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

    Se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz mesmo. Desde já obrigada, tenha uma ótima semana. Ateniosamente Tainã Almeida.

    ResponderExcluir
  6. Ola
    q lindo as postagens deste blog
    seguindo ja
    mundodaneusinhabrotto.blogspot.com
    bjs

    ResponderExcluir